GOVERNO REPASSE R$ 1, 1 MILHÃO PARA TODOS MUNICÍPIOS DO NORTE PIONEIRO

  • 18/05/2020
  • 0 Comentário(s)

GOVERNO REPASSE R$ 1, 1 MILHÃO PARA TODOS MUNICÍPIOS DO NORTE PIONEIRO

O Governo do Estado iniciou o repasse de R$ 12 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade social em praticamente todos os 399 municípios paranaenses. O chamado Incentivo Benefício Eventual Covid-19, oriundo do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas), é mais uma estratégia emergencial destinada a reforçar a segurança para a população diante da pandemia do novo coronavírus.

Na região, são um milhão e cento e seis mil reais.

“Estamos fazendo tudo que está ao alcance do Estado para amenizar as dificuldades impostas pela pandemia às pessoas em situação de vulnerabilidade”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior (fotos) . “Além deste apoio, estamos disponibilizando o Cartão Comida Boa para compra de alimentos, também ampliamos programas sociais de água e luz e suspendemos as parcelas dos projetos de moradia popular”.

Confira AQUI a resolução e quanto cada município vai receber.No Norte Pioneiro, confira abaixo:

Abatiá R$ 20 mil

Andirá R$ 35 mil

Bandeirantes R$ 44 mil

Barra do Jacaré R$ 15 mil

Cambará R$ 40 mil

Carlópolis R$ 30 mil

Congonhinhas R$ 25 mil

Conselheiro Mairinck R$ 15 mil

Cornélio Procópio R$ 44 mil

Curiúva R$ 35 mil

Figueira R$ 30 mil

Guapirama R$ 15 mil

Ibaiti R$ 40 mil

Itambaracá R$ 20 mil

Jaboti R$ 15 mil

Jacarezinho R$ 44 mil

Japira R$ 20 mil

Jataizinho R$ 35 mil

Joaquim Távora R$ 25 mil

Jundiaí do Sul R$ 15 mil

Leópolis R$ 20 mil

Nova América da Colina R$ 15 mil

Nova Fátima R$ 30 mil

Nova Santa Bárbara R$ 20 mil

Pinhalão R$ 20 mil

Quatiguá R$ 20 mil

Rancho Alegre R$ 15 mil

Ribeirão Claro R$ 25 mil

Ribeirão do Pinhal R$ 40 mil

Salto do Itararé R$ 20 mil

Santa Amélia R$ 15 mil

Santa Cecília do Pavão R$ 15 mil

Santa Mariana R$ 35 mil

Santana do Itararé R$ 15 mil

Santo Antônio da Platina R$ 44 mil

Santo Antônio do Paraíso R$ 15 mil

São José da Boa Vista R$ 20 mil

São Sebastião da Amoreira R$ 25 mil

Sapopema R$ 20 mil

Siqueira Campos R$ 35 mil

Tomazina R$ 15 mil

Uraí R$ 30 mil

Wenceslau Braz R$ 35 mil.

O valor repassado aos municípios respeita o número de famílias em situação de alta vulnerabilidade social, segundo o Índice de Vulnerabilidade das Famílias do Paraná (IVF-PR). Os 114 municípios que possuem até 200 famílias nessas condições receberão R$ 15 mil e os 67 que têm até 300 famílias, R$ 20 mil, por exemplo. Curitiba, que tem mais de 25 mil famílias nessa situação, terá R$ 400 mil.

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, diz que repasse aos municípios é mais uma medida urgente para diminuir os efeitos da pandemia e ajudar as estruturas municipais a ampliarem o atendimento. “É uma questão de saúde pública que afeta as famílias também economicamente, e o Paraná está providenciando todos os esforços necessários para ajudá-las”, afirmou.

RECURSOSOs recursos estão sendo repassados às famílias pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Eles não poderão ser usados em programas diretamente vinculados às políticas públicas da saúde, da educação e da segurança alimentar. Cada município estipulará regulamentação própria prevendo fluxos, critérios e o formato da oferta, no formato de bens de consumo ou pecúnia.

“A alimentação pode estar entre os bens concedidos em situação de vulnerabilidade temporária ou de calamidade, como é o caso agora. E essa composição de alimentos deverá respeitar os hábitos alimentares das famílias e a dignidade”, acrescentou Tadeu Atila Mendes, chefe do Departamento de Assistência Social do Paraná. “A oferta dos recursos deve ser realizada sem exigência de contrapartida e afastada de qualquer conotação discriminatória”.

Pela resolução que instituiu o repasse, o prazo para execução do recurso é até dia 31 de dezembro de 2020, não podendo ser prorrogado. São vedadas despesas com investimento, contratação de funcionários, publicidade (salvo em caráter educativo, informativo ou de orientação), obras e reformas, e ações e benefícios que não sejam de atribuição da Política Nacional de Assistência Social.

Fonte:NPdiarioAEN

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 10

top1
1. Wesley Safadao

So Pra Castigar

top2
2. Felipe Araujo e Ferrugem

Atrasadinha

top3
3. Henrique e Juliana

Quem Pegou Pegou

top4
4. Juliana Valiati

Vida que Segue

top5
5. Luan Santana e Jorge e Mateus

Sofazinho

top6
6.

top7
7.

top8
8.

top9
9.

top10
10.


Anunciantes